Qual a diferença entre Carreto e Frete?

Transporte de objetos pequenos ou pequenas mudanças em cidades próximas podem ser realizadas tanto por carreto como por frete, e para fazer a escolha correta é preciso no mínimo entender as diferenças entre cada serviço, visto que apenas pelo nome eles acabam parecendo similares, mas na verdade oferecem diferentes vantagens.

Tanto o carreto quanto o frete são serviços de pequeno porte, para pequenos volumes e em geral são realizadas por veículos pequenos, como picapes.

Quer entender mais sobre a diferença entre carreto e frete? Continue a leitura!

O que é carreto?

Carreto é uma forma de transporte de pequenos objetos ou mudanças a uma curta distância, geralmente na mesma cidade ou vizinha. Pode ser realizado por profissionais autônomos autorizados ou pequenas empresas de mudanças.

A principal característica do carreto é o baixo custo, pois é cobrado somente um valor fixo pelos objetos transportados.

No caso de o cliente solicitar mão de obra para auxílio do manuseio dos itens, é cobrado um valor adicional ao traslado. Dessa forma, o orçamento cobrado pela empresa refere-se somente ao transporte dos objetos. O contratante, portanto, tem responsabilidade sobre o carregamento da carga até o veículo e do veiculo até o local que irá ser deixado.

O que é frete?

O frete surgiu para identificar o preço cobrado pelo aluguel de um transporte de objetos. Essa é, inclusive, uma expressão recorrente no E-Commerce para a cobrança pelo serviço de entrega de mercadorias pequenas.

O termo passou a ser utilizado também no setor de mudanças e hoje diz respeito às entregas de itens de pequeno porte.

Os veículos podem ser do tipo picape, pequenos caminhões ou caminhonetes, os quais realizam viagens de curta distância. Nesse tipo de serviço, são contratados profissionais autônomos credenciados, como motorista e ajudantes.

De acordo com o contrato, a quantidade de ajudantes é variável e depende da necessidade do cliente, mas comumente se trata de uma ou duas pessoas.

A grande diferença do frete é que pode ainda ser feito por diferentes meios como:  transporte rodoviário, marítimo, ferroviário e aéreo.

Ressaltamos que quando se faz necessário percorrer médias a longas distâncias, recomenda-se que o serviço seja realizado por grandes transportadoras ou empresas de mudanças credenciadas.

Apesar de se tratar de serviço muito semelhantes, na prática existem diferenças entre carreto e frete. Veja abaixo algumas diferenças.

Carregamento até o caminhão

O frete exige uma organização prévia dos objetos do responsável pela contratação do serviço, o carreto pede também que o contratante cuide do carregamento da carga.

Necessidade de ajudantes

No carreto, não há a contratação de ajudantes, enquanto no frete são designados profissionais por parte da empresa para auxiliar no carregamento e descarregamento dos itens. Por fim, ambos deixam a cargo do cliente o serviço de desmontar e embalar os seus pertences.

Tipo de modelo

O carreto é realizado por vans, caminhonetes, pequenos caminhões, picapes ou outros veículos do mesmo porte.
Já o frete é feito por meio de diferentes meios de transportes, desde caminhonetes até trens, aviões e navios, no caso da contratação de empresas maiores para médias a longas distâncias.

Definitivamente, o maior benefício do carreto é o preço. Se o cliente deseja optar pelo serviço de transportes mais barato para mudanças, essa será sempre a modalidade com orçamento mais em conta. No entanto, é mais trabalhoso, uma vez que inclui apenas o transporte dos objetos, sem qualquer prestação de serviços para a carga e descarga e prestação de contas sobre os riscos de danificação do produto, pois o carreto é uma modalidade que ainda apresenta grande informalidade, apesar de ser um serviço regularizado.

O frete sai na frente quando o assunto é qualidade, por contar com profissionais que realmente entendem de transporte. O frete também é a melhor opção quanto ao número de viagens necessárias, por ter a possibilidade de utilizar modos de transportes maiores e consequentemente capacitando maior de carregamento de objetos.

De qualquer maneira, quando é preciso transportar itens por longas distâncias, é indicado utilizar o serviço de transportadoras e empresas credenciadas.

 

É importante entender os tipos de transporte e saber diferenciá-los

Gostou deste artigo? Quer ficar por dentro deste e de outros assuntos logísticos? Acompanhe nosso Linkedin e não perca nada!

Compartilhe:

Gostaria de fazer uma cotação?